8 de outubro de 2013

Short-Fic Gay?Eu? por Paula Halle - Capitulo 13


Boa noite pessoal!
Será que as coisas vão se resolver de uma vez ou aparecerá mais mentiras?
Boa leitura!

Capítulo 13

Assim que Bella saiu da sala grunhi, mas que hora para Rosalie nos interromper. Eu precisava dizer a Bella, toda a verdade.

Eu já nem me importava mais com o emprego, se eu tivesse que ir trabalhar com meu pai, só para ter Bella, eu iria.

Meu único medo é de ela não perdoar minha mentira, mas eu faria ela me ouvir. Eu diria tudo a ela, não importava se ela tentou me pegar na mentira, eu a amava e iria lhe provar.

Determinado sai da minha sala e dei de cara com James que sorriu para mim. E acenei e já fui em direção a sala de Bella.

– Bella está ai, Jessica?

– Ela está em reunião, Edward. – assenti e me afastei de sua mesa.

Caminhei em direção a minha sala, mas James se colocou na minha frente e sorri.

– Olá James.

– Edward.

– Eu preciso...

– Posso falar com você?

– Claro. – cruzei os braços e forcei um sorriso. – O que foi? – ele ajeitou o cabelo e moveu os cílios.

– Então eu percebi que está um clima estranho entre você e Bella.

– Oh, não tem nada estranho, estamos bem, estamos ótimos, melhor que ótimos, estamos... – ele colocou a mão em meu ombro e me calei.

– Edward, Edward, Edward, eu sei exatamente o que está acontecendo aqui.

– Vo... você sabe? – ele suspirou pesadamente. Eu grunhi lógico que ele sabe, ele é um gay de verdade e eu não passo de uma fraude.

– Oh sim eu sei.

– Se você sabe, então o que eu faço, eu não quero mais mentir para Bella. – ele sorriu enormemente.

– Então não minta. Entre lá na sala dela e grite toda a verdade.

– Eu não sei, e se ela...

– Não, não. Nada de e se, e mas, você tem, que dizer. Ela vai sofrer, ela pode até te odiar, mas depois tudo será perdoado.

– Você acha? – perguntei esperançoso e ele assentiu.

– Com certeza.

– Eu... eu acho que tem razão.

– Isso mesmo. Estufa esse peito maravilhoso que você tem, vai lá e grita a todos os pulmões, eu sou gay e vou casar com o James.

– Isso mesmo... O que?

– O que?

– James eu acho que não entendi.

– O que? – ele fez cara de bobo e tampei o rosto com as mãos.

– Você não sabe de nada.

– Claro que eu sei. Ok não precisa dizer que vai casar, mas precisa dizer que é gay, e da fruta que ela gosta você come até o caroço.

– Oh Deus. James eu preciso te contar uma coisa. – ele me olhou esperançoso e suspirei, eu ia arrasar o coração dele.

– Eu bem...

– Não precisa ter medo Edward, desabafa, fala tudo, e de preferência aqui no meu ouvido. – ele aproximou o ouvido do meu e gemi internamente.

– James, é serio, eu bem, eu não sou...

– Edward Cullen. – alguém chamou e um loiro todo de rosa veio alegremente em minha direção.

– Hmmm, sim?

– Você é um pedaço de mal caminho, meu bem.

– Edward Cullen, quem é essa bixa? – James colocou as mãos na cintura olhando feio pro loiro.

– Bixa é a teu pai, sua biba. – o loiro retrucou e James estreitou os olhos.

– Retire o que disse, sua bixa sem classe.

– Oh, como ousa, sua biba sem estilo.

– Sem estilo, eu tenho mais estilo que você, sua bixa feia.

– Oh...

– Gente vamos acalmar... – comecei mais os dois me olharam feio e me calei.

– Escuta aqui sua biba desclassificada, eu não tenho nada pra falar pra você.

– Nem eu com você, estou falando com Edward, meu futuro namorado.

– O que? – guinchei olhando em volta em pânico e a secretaria de Bella nos olhava com olhos arregalados.

– Namorado? Edward você prefere ele a mim? – loiro perguntou e fiz uma careta.

– Mas eu nem te conheço.

– Viu, ele me prefere. – James agarrou meu braço e o loiro bufou.

– Só por que não arranjou coisa melhor com certeza. Agora que tem euzinha, ele vai lhe dar um pé na bunda.

– Oh, Edward nunca faria isso, ele me ama.

– James...

– Ama, Rá, só se fosse louco.

– O que você quer dizer com isso? – James me soltou e me empurrou e foi pra perto do loiro.

– Que Edward é muita areia para seu caminhãozinho.

– Oh, e por acaso ele não é muito pro seu, sua loira oxigenada.

– É natural, sua bruxa.

Os dois continuaram se xingando e aproveitei que me esqueceram e corri para o escritório de Bella, Jessica estava mais preocupada com a briga dos dois, que nem me notou, bati na porta e sem esperar resposta entrei.

Bella levantou quando me viu e Rose estava ao lado dela.

– Edward, que gritaria é essa lá fora?

– James ta lutando com um gay pelo meu amor. – murmurei com pesar e ela arqueou uma sobrancelha.

– Eu acho que eu não entendi.

– Ah deve ser Mike. – Rosalie falou alegremente e arquei uma sobrancelha.

– Mike?

– Sim, Bella me disse que você está confuso sobre sua sexualidade, e pensei que se você conhecesse Mike, você poderia ter certeza sobre o que quer.

– Sei... – olhei para Bella que torcia as mãos nervosamente e estreitei os olhos pra Rose.

Com certeza essa loira que tava fazendo Bella mentir, assim como Emmett me incitava a continuar com essa mentira infernal. Que belo par de amigos.

– Bem já que a ideia foi sua. – agarrei o braço de Rosalie e a empurrei para fora da sala.

– Hey...

– Vai separar. – ela me olhou em choque, e antes que reclamasse, eu bati a porta em sua cara surpresa.

– Hmmm, Edward... – olhei para Bella e sorri.

– Agora você e eu vamos conversar e resolver essa situação de uma vez por todas. – ela sorriu.

– Você tem razão. Já adiamos demais.

– Exatamente... – antes que continuasse, meu celular tocou e bufando o atendi. – Alô?

– Edward... – a voz de Emmett soou ofegante. – Edward...

– Emmett você está bem?

– Sim, me da um minuto. Caralho tive que arrebentar o ferro da cama.

– O que?

– Eu fugi, nós não temos muito tempo.

– Emmett, fugiu da onde?

– Rosalie me acorrentou a cama.

– Ew, Emmett não quero saber das suas perversões com sua namorada.

– Não, não, ela fez isso para me impedir.

– Impedir? – Bella me olhava confusa e respirei fundo. – Fale logo Emmett.

– Elas sabem Edward.

– O que?

Elas sabem, que nós sabemos, que sabem que sabemos.

– ....

– Edward está ai?

– Estou tentando entender a sua frase.

– Bella sabe, que você sabe que ela sabe que você.... Pera eu me perdi... – comecei a rir.

– Emmett, só tenho uma coisa a te dizer.

– O que?

– Pare de intrometer e vá ficar com sua namorada.

– Mas...

– Tchau Emmett.

– Mas elas sabem... – desliguei o celular e olhei para Bella que sorria.

– Emmett fugiu? – Bella perguntou e ri.

– Pelo jeito sim.

– Sabe o que eu acho? – ela se aproximou de mim e a puxei contra meu corpo a abraçando.

– O que?

– Que nós temos que parar de dar ouvidos aos nossos amigos.

– Eu concordo plenamente com isso. – ela riu e escovei meus lábios contra os dela.

– Então o que você queria me contar? – ela mordeu o lábio e ri.

– Bem, como você já sabe, eu nunca fui gay.

– Sim.

– Agora como você descobriu?

– Bem, sabe por acaso, eu tinha um copo na mão, e você falava com seu pai na sua sala. – ela abaixou os olhos corando e ri.

– Por acaso né.

– Hey, você começou isso.

– Eu sei.

– Então, como tudo isso começou?

– Bem, é uma historia fodida de confusa.

– Eu não vou a lugar algum.

– Ótimo, vamos pra minha casa e eu te conto tudo.

– Perfeito.

Ela pegou sua bolsa e agarrou minha mão e saímos da sua sala, mas paramos a porta ao ver James apoiado no balcão e o loiro ao lado dele e os dois dando risadinhas.

– Você não disse que eles estavam lutando por você? – Bella cochichou e assenti.

– Eles estavam. – a puxei para perto dele, e assim que James nos viu ficou serio.

– Edward, eu queria falar com você.

– Oh, diga James. – ele respirou fundo e segurou meu ombro.

– Edward, sei que vai ser difícil para você. Mas eu não te amo mais.

– Oh... Eu...

– Não, não. Não diga nada, lembre-se que a culpa é sua, eu estava aqui, linda e perfeita, e você não foi gay o suficiente para admitir seus sentimentos.

– Oh...

– Eu sei. Sei que te prometi esperar. Mas quando o amor bate na nossa porta, é difícil resistir, e eu sou fraco. – ele suspirou e me mandou um beijo. Olhei para Bella que tentava segurar o riso.

– James, eu preciso te contar. Eu bem... eu nunca fui gay, eu menti.

A boca dele se abriu assim como a do loiro, dei um olhar de desculpa para James que acabou sorrindo e jogou o cabelo para trás.

– Bem agora ta explicado.

– O que?

– Só sendo hetero, pra resistir a mim.

– É verdade. – o loiro concordou e James deu uma risadinha.

– Para amor.

– Então, já que está tudo resolvido. – os dois já estavam dando risadinhas um pro outro então aproveitei para fugir daqui. – Temos que ir.

Agarrei a mão de Bella e a puxei para longe dali o mais rápido que pude. Assim que entramos no elevador ela começou a gargalhar e a abracei.

– Bom saber que meu sofrimento te diverte.

– A culpa é toda sua.

– Pior que é verdade. Mas como eu ia imaginar, que havia um James no prédio. – ela riu mais ainda e dei beijos por todo o seu rosto.

– Pare. – ela riu quando mordisquei seu pescoço. – Nós ainda precisamos conversar.

– E nós vamos. Mas isso não me impede de ficar extremamente feliz.

– Por que tão feliz.

– Por que você ainda está comigo. – ela rolou os olhos.

– Obvio que estou, eu te amo.

– O que?

– Hmmm?

– Você disse que me ama. – falei rindo bobamente e ela arregalou os olhos.

– Não disse não.

– Disse sim.

– Não, eu disse que estou aqui, e parei de falar.

– Disse que me ama.

– Não Edward, eu... – a prensei contra a parede e olhei profundamente em seus olhos.

– Não adianta negar, e nem tente, por que eu te amo também.

– Oh... – ela suspirou e a beijei com força, suas mãos agarraram meu cabelo e enrosquei minha língua com a dela.

Ouvimos um pigarro e notamos que já havíamos parado e um casal aguardava que saíssemos para que entrasse, rimos constrangidos e saímos para o estacionamento.

– Então você me ama? – ela perguntou quando chegamos ao meu carro e ri.

– Claro que amo, afinal eu continuei fingindo que era gay pra não te perder.

– Não foi um plano muito esperto.

– Bem sabe o que dizem, o amor é burro. – ela gargalhou.

– Sim, muito burro.

Parecia que as coisas finalmente estavam se resolvendo.


James, James...nunca desistirá rsrs... Pelo menos as coisas melhoraram...Terça que vem tem mais capitulo pra vocês!

1 Comentários:

LAV RIBEIRO disse...

gostei muito desse capitulo.....a verdade

Postar um comentário

Regras dos Comentários:

*Não incluir links de sites, fotos, e videos nos comentários.
*Não será permitido nenhuma ofensa a atores, atrizes e afins.
*Discusões e ofensas ao site irão direto para spam.

Usem o bom senso. Qualquer outro limite ultrapassado, acarretará em você indo para o spam.

Obrigada desde já ao cumprimento das regras.

Equipe Cullen Family Brasil.